Friday Mixes – Vol. VIII

5 nov

Depois de um Friday Mixes atrasado e meio “mais ou menos” semana passada, a nossa querida seção está essa semana em sua melhor forma, com os melhores remixes que sairam essa semana, assim como umas pérolas mais antigas que fazem minha cabeça até hoje! Deêm um destaque para a bela versão de “Revolving”, da Sparks, e o excelente mash up do The Killers com “Somebody Told Me”, mas ouçam todos eles por que essa semana sem dúvidas todos estão muito bons!

.

Hurts – Better Than Love (Italoconnection Remix)

PARA OUVIR: SE ANIMANDO PARA SAIR

Eu sempre odiei o HURTS, e um dos motivos foi “Better Than Love” e “Wonderful Life”. Essa última, quando ouvi sua versão finalizada, subiu imediatamente pra o meu top de “músicas do ano”, agora “Better Than Love” (e a ainda terrível “Blood Tears & Gold”), embora façam parte de um disco maravilhoso, ainda não cairam no meu gosto. Entra aí esse remix do Italoconnection, produtor renomado dos anos 80. A música vai crescendo e construindo suas batidas, guardando o refrão para soltá-lo só depois da marca dos 3 minutos, dando muito mais impacto ao mesmo, e com a adição de um toque retro anos 80 que lembra as vezes o New Order, o cara transforma essa música apenas ok em uma das mais legais das banda.

Hurts – Better Than Love (Italoconnection Remix)

.

Darwin Deez – Constellations (Xaphoon Jones of Chiddy Bang BOOTLEG Remix)

PARA OUVIR: TOMANDO BANHO.

Conheci o Darwin Deez ano passado com a contagiante “Radar Detector” através de um remix do Xaphoon Jones, o produtor por trás do Chiddy Bang. O que em sua versão original era uma tranquila mas divertida canção de pop-rock, vira um electro-pop com batidas de hip hop, assovios e sinos, com uma produção totalmente nova e digna dos outros remixes e trabalhos do Xaphoon.

Darwin Deez – Constellations (Xaphoon Jones of Chiddy Bang BOOTLEG Remix)

.

Tame Impala – Lucidity (Pilooski Remix)

PARA OUVIR: SE ARRUMANDO

O Tame Impala lançou um dos melhores discos do ano, tanto que até arrisquei dizer algumas palavras sobre ele aqui. Repleto de psicodelia e um vocal que lembra às vezes Lennon, os caras fazem um rock que chama a atenção dos nossos ouvidos sem muita dificuldade, e esse segundo single, “Lucidity” (que ganhou um clipe incrível), ganha uma bateria mais forte e algumas palmas. Na verdade, a faixa têm poucas alterações da original, mas todas elas fazem a música ficar ainda mais energética e eufórica do que a original, no final, tornam essa aqui a ideal para as pistas. O Tame Impala ganhou poucos remixes até agora, então não deixe esse aqui passar.

Tame Impala – Lucidity (Pilooski Remix)

.

Kylie Minogue – Get Outta My Way (Penguin Prison Remix)

PARA OUVIR: BEBENDO

Kylie Minogue todo mundo já conhece, agora espero ter chamado a atenção de todos com essas duas músicas incríveis do Penguin Prison que postei aqui. Conhecido por suas produções com toque da disco-music, o cara faz exatamente o esperado com a alegre “Get Outta My Way” da australiana mais querida de todos, e o esperado nunca foi tão bom. A música fica menos agitada e contida que a original, e perde um pouco o charme do refrão, o que deve decepcionar os mais fanáticos, principalmente por ser  (des)construída de uma forma bem diferente da original. Mas aprecie como sendo apenas um remix do Penguin Prison, que você terá mais uma bela faixa desse promissor artista.

Kylie Minogue – Get Outta My Way (Penguin Prison Remix)

.

The Killers Vs. Erik Prydz – Somebody Told Me vs. Pjanoo

PARA OUVIR: NO CARRO COM OS AMIGOS

Semana passada postei um mashup bem legal do Kanye West com a Lady Gaga tirado do ótimo DJ Hero 2. Enquanto não tive a oportunidade de conhecer todos os remixes da sequência, joguei o primeiro game a exautão, por unir duas coisas que amo: remixes e videogame. Apresento agora, para quem ainda não conhece, um dos melhores remixes do dito jogo, um mashup de “Somebody Told Me” com “Pjanoo” do Erik Prydz. Mas se você não conhece a segunda música, apenas saiba que o hit do The Killers se transforma aqui numa incrível música com batidas crescentes e empolgantes, que poderia ser tocada em qualquer pista de Ibiza. É daquelas pra causar bagunça nas boates, mesmo sendo criada para um game.

The Killers Vs. Erik Prydz – Somebody Told Me vs. Pjanoo

.

Examples – Kickstarts (Myndset Remix)

PARA OUVIR: NA PISTA

Essa música do Examples foi um dos maiores hits do Reino Unido esse ano, e ela tem um bom motivo para isso. A música além de ser tocada nas rádios, foi a preferida de vários DJs, pois com um refrão grudento e sintetizadores que dão todo um clima a mais, a música além de animar, vicia. Esse remix do Myndset, o meu favorito da faixa, têm apenas algumas mudanças sutis, mas extremamente necessárias para tornar a música ainda mais disco-friendly, então se precisa de alguma música para agitar seu set, mesmo não muita gente conhecendo essa aqui, pode tocar que é amor à primeira ouvida!

Examples – Kickstarts (Myndset Remix)

.

Gorillaz – Doncamatic (Joker Remix)

PARA OUVIR: FAZENDO SEXO

“Doncamatic” foi um enigma. Depois de lançar o ótimo Plastic Beach no meio do ano, o Gorillaz chegou com esse single do nada, e de mansinho virou para mim a faixa mais tocada da banda nesse ano. A produção do Gorillaz, a única coisa que fazia da faixa uma música extremamente Gorillaz, é deixada de lado nesse remix que diminui o ritmo e retira todas as batidas da original, a favor de um ritmo sexy-dubstep. Para completar, com os vocais sussurantes de Daley, que “pede que você vá até em baixo”, a música triplica o seu tom sexual nesse remix quase perfeito criado pelo Joker.

Gorillaz – Doncamatic (Joker Remix)

.

Spark – Revolving (Monsieur Adi Rework)

PARA OUVIR: NA VOLTA VENDO O SOL NASCER

Você se apaixonou por Spark nesse post que fiz aqui, e nessa recriação da música pelo Monsieur, as coisas ficam extremamente mais tensas. O que era um electro-pop alegre e divertido vira aqui uma canção semi-acústica, com os vocais da cantora amplificados, com um efeito que dá a sensação que ela estivesse cantando na sua frente ao vivo. Para acompanhar, três violinos prolongam e dão um clima totalmente diferente à música, mais cru, humano e infinitamente melhor. Pense em “Indestructible” versão acústica da Robyn que você vai entender o que estou falando, mas não deixe em hipótese alguma de ouvir essa belíssima alternativa à faixa original.

Spark – Revolving (Monsieur Adi Rework)

.

[D/L] Friday Mixes VIII

Anúncios

3 Respostas to “Friday Mixes – Vol. VIII”

  1. Guilherme 05/11/2010 às 8:23 PM #

    o que eu mais gosto do luis é que ele coloca músicas que ele não gosta pra ser mais democrático e pra caber na playlist aqui

    • Luis 05/11/2010 às 8:25 PM #

      poo eu gostei de todas as que eu postei aqui!! qual que você acha que eu não gostei, a da Kylie? pelo texto ficou meio passando a impressão de que não gostei, mas eu curti sim!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tweets that mention Friday Mixes – Vol. VIII « -- Topsy.com - 05/11/2010

    […] This post was mentioned on Twitter by flavio da rosa, Oh My Rock. Oh My Rock said: ♫ Friday Mixes – Vol. VIII @ http://is.gd/gKNZP Mais caprichado e completo do que nunca, ouça já os melhores remixes da semana!!! […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: